Ir direto para menu de acessibilidade.

Programa Saúde Itinerante promove mais de 2.040 atendimentos em Porto Acre

por Sesacre | publicado 10 de fevereiro de 2020 | última modificação 10 de fevereiro de 2020

Profissionais de Saúde do governo do estado, com o apoio do município, levaram exames laboratoriais, ultrassonografias e cinco especialidades médicas para a Vila do V, neste final de semana

Moradores da Vila do V e de toda a região de Porto Acre participam do Programa Saúde Itinerante; mais de 2.040 atendimentos em um dia e meio Foto: Odair Leal/Secom

O agricultor Francisco das Rosas de Lima, de 73 anos, acordou cedo, colocou a calça de linho marrom, vestiu a blusa branca de tergal, pôs os óculos e o boné, pegou a bengala improvisada de cabo de vassoura e partiu para a vila. Ao raiar do sol, era um dos primeiros na Vila do V, município de Porto Acre (a 70 quilômetros de Rio Branco), onde soube que ia haver atendimento médico pelo Programa Saúde Itinerante, da Secretaria de Estado de Saúde do Acre.

Francisco das Rosas de Lima, 73 anos, espera sentado numa carteira da escola Jader Saraiva Machado, na Vila do V, zona rural do município de Porto Acre, para o encaminhamento ao oftalmologista no Programa Saúde Itinerante, da Secretaria de Estado de Saúde do Acre Foto: Odair Leal/Secom

“Vim pegar um encaminhamento para os olhos”, explica ele, enquanto é atendido pela assistente social Jociléia Furtado Mendonça. O ex-seringueiro, que largou o ofício aos 40 anos de idade para ser colono, tem dificuldade de visão desde uma cirurgia malsucedida há oito anos. Desde então, é a primeira oportunidade que tem para ser encaminhado a um oftalmologista em Rio Branco, depois de passar por um dos 13 médicos que participavam da primeira edição do Programa Saúde Itinerante de 2020.

Moradores da Vila do V aguardam para ser atendidos no Programa Saúde Itinerante, o primeiro de 2020 que promoveu mais de 2.040 atendimentos, entre a tarde de sexta-feira e todo o dia de sábado Foto: Odair Leal/Secom

Pelo menos 2.045 atendimentos foram realizados na escola Jader Saraiva Machado, entre a tarde de sexta-feira, 7, e todo o dia de sábado, 8, segundo a coordenadora do Saúde Itinerante, Rosemary Vânia Fernandes, com base em relatório divulgado neste domingo, 9.

Profissional de laboratório manuseia material colhido dos pacientes para o diagnóstico de sangue e urina; superestrutura foi montada pela Saúde na Vila do V, para atender a população do município Foto: Odair Leal/Secom

Uma superestrutura foi montada pelo Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), para receber as pessoas com pelo menos 15 serviços em saúde subdivididos dentro da clínica geral, da pediatria, da saúde mental, ginecologia, da ortopedia e da odontologia. Exames preventivos de câncer de colo de útero e exames de sangue, incluindo HIV e hepatites, além de ultrassonografias e tipagem sanguínea também estavam disponíveis.

Equipamentos de última geração para diagnóstico foram levados para a escola, pela equipe do Saúde Itinerante, que esteve na Vila do V, neste final de semana Foto: Odair Leal/Secom

A Sesacre ofereceu ainda uma farmácia com mais de 300 itens em remédios, que também contou com o fornecimento de algumas dezenas da Secretaria de Saúde de Porto Acre.

Conforme Jociléia Mendonça, a triagem realizada pelos profissionais da assistência social permite às pessoas serem encaminhadas para outras especialidades que não estão disponíveis na edição itinerante. “É o caso do seu Francisco de Lima, que vamos agendá-lo para um oftalmologista lá em Rio Branco”, diz ela. Mendonça cuidou ainda de gente que fará tomografia, raios-X e ressonâncias magnéticas.

Sebastiana Mendes da Silva, 72 anos, moradora da zona rural, veio fazer exames; “oportunidade de verificar como anda minha saúde”, disse Foto: Odair Leal/Secom

Para a agricultora Sebastiana Mendes da Silva, de 72 anos, moradora do Ramal Bujari, a chance de fazer exames completos de hemogramas, que compreendem a urina e sangue, é uma oportunidade única já que ela mora a apenas oito quilômetro da escola onde as instalações da Saúde foram montadas. “Ir para Rio Branco só pra fazer esses exames seria muito mais difícil”, diz.

Pelo menos 23 profissionais, entre médicos, enfermeiros, assistentes sociais, técnicos de laboratório, de enfermagem e recreadores participaram da primeira edição do Saúde Itinerante de 2020.

Profissional realiza exame de ultrassonografia em morador local; exames permitem cuidar da saúde da comunidade sem a necessidade de descolamento para Rio Branco Foto: Odair Leal/Secom

No ano passado, a Sesacre com as prefeituras de 18 localidades promoveu mais de 20 mil atendimentos, com mais de oito mil pessoas beneficiadas.

Merendeira do município de Porto Acre (à direita) com a secretária Municipal de Saúde, Edna Cuibano, na preparação do cuscuz com carne moída a ser fornecido para a comunidade Foto: Odair Leal/Secom

Cuidados com crianças vão do combate a micoses a parasitoses

Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom

Dos 23 profissionais, pelo menos 13 eram médicos como a jovem pediatra Jamile Bestene. Ela conta que a maioria das crianças apresenta algum tipo de parasitose, doenças causadas por vermes e outros organismos que muitas vezes são invisíveis aos olhos.

“Temos registrado também casos de fungos e micoses, além das parasitoses. Nesse caso, já fazemos a prescrição de medicamento e a encaminhamos para a farmácia aqui mesmo”, explica a médica.

Médica Jamile Bestene em atendimento a criança acompanhada da mãe; atenção especial para combater parasitoses Foto: Odair Leal/Secom

Estima-se que as parasitoses atinjam cerca de 25% da população mundial, ou seja, uma em cada quatro pessoas, a maioria diretamente relacionadas a populações vulneráveis pela precariedade sanitária e pela pobreza.

Recreação para a meninada

O Núcleo de Apoio à Saúde da Família, da Prefeitura de Porto Acre, montou um espaço para que as crianças pudessem participar de atividades recreativas, enquanto seus pais e familiares passavam pelas consultas e exames.

Garotada brinca no espaço para recreação do Programa Saúde Itinerante da Vila do V, enquanto pais são submetidos a consultas e exames Foto: Odair Leal/Secom

Comandados pela fisioterapeuta Núria Sales e pela nutricionista Samira Matos, ambas servidoras da prefeitura local, meninos e meninas puderam participar das oficinas de desenho e de orientação nutricional infantil.

Garoto pinta o Capitão América no espaço para recreação do Programa Saúde Itinerante da Vila do V, enquanto pais são submetidos a consultas e exames Foto: Odair Leal/Secom

Uma van do Projeto Brasil Sorridente Móvel atendeu 40 moradores, com obturação e limpeza dental, sob a responsabilidade da odontóloga Hivanna Franklin Viana Rocha.

Garotinhas se divertem com desenhos de princesas no espaço para recreação do Programa Saúde Itinerante da Vila do V, enquanto pais são submetidos a consultas e exames Foto: Odair Leal/Secom

No corredor principal da escola, equipes da Saúde do Estado com a do município de Porto Acre se revezavam com palestras e apresentações sobre dengue, chikungunya e zika.

O Saúde Itinerante da Vila do V em números

Ao menos 692 pessoas foram atendidas nas cinco especialidades do Programa Saúde Itinerante da Vila do V, em Porto Acre. Foram 368 atendimentos na clínica geral, 128 na ginecologia, 118 crianças na pediatria, 42 na ortopedia e 36 na saúde mental.

Comunidade de Porto Acre, a maioria de agricultores, espera pela vez de realizar exames e consultas no Programa Saúde Itinerante Foto: Odair Leal/Secom

Já nos exames de apoio ao diagnóstico, 85 foram de ultrassonografias e 43 do preventivo do câncer do colo do útero, totalizando 128. Foram realizados ainda 256 exames laboratoriais e 120 testes rápidos para HIV, sífilis e hepatite B e C, totalizando 376.

Odontóloga Hivanna Rocha em trabalho de restauração de dentes no Programa Saúde Itinerante Foto: Odair Leal/Secom

O serviço social atendeu a 85 pessoas, enquanto que o de enfermagem fez 178 procedimentos. Pelo menos 451 pessoas recolheram medicamentos na farmácia e 50 vacinas foram aplicadas. Na odontologia, 40 pessoas foram atendidas com serviços de obturação e limpeza.

Veja mais fotos do Programa Saúde Itinerante de Porto Acre

Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom
Foto: Odair Leal/Secom